Strict Standards: Declaration of ezSQL_mysql::query() should be compatible with ezSQLcore::query() in /home/escyt/public_html/esocite2010/includes/database.php on line 20

Strict Standards: Declaration of ezSQL_mysql::escape() should be compatible with ezSQLcore::escape() in /home/escyt/public_html/esocite2010/includes/database.php on line 20
Ponencias :: ESOCITE 2010 // VIII JORNADAS LATINOAMERICANAS DE ESTUDIOS SOCIALES DE LA CIENCIA Y TECNOLOGÍA

Notice: A session had already been started - ignoring session_start() in /home/escyt/public_html/esocite2010/botonera.php on line 1

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player


Notice: Undefined variable: Autores in /home/escyt/public_html/esocite2010/solapas_ponencias.php on line 2

Notice: Undefined variable: Sesion in /home/escyt/public_html/esocite2010/solapas_ponencias.php on line 8

Notice: Undefined variable: Eje in /home/escyt/public_html/esocite2010/solapas_ponencias.php on line 14
A EMERGÊNCIA DE NOVOS SENTIDOS SOBRE AS INTERAÇÕES TECNOCIÊNCIA E SOCIEDADE NA FORMAÇÃO DE ENGENHEIROS: EM BUSCA DE UMA EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA COSMOPOLITA PLURAL E DIALÓGICA

Edson Jacinski e Irlan Von Linsingen

Autor 1: Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica - Universidade Federal de Santa Catarina – R. Manoel Mancellos Moura, 529, apº 201,CEP 88054030, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil – tel. 48-91564266 – ejacinski@gmail.com – área da Educação Científica e Tecnológica - Autor 2:Doutor do Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica – Universidade Federal de Santa Catarina – Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica -Centro de Ciências Físicas e Matemáticas UFSC - CEP 88040-900 - Florianópolis - SC - tel. (48) 3721 9072 ramal 21 - irlan.von@gmail.com – área da Educação Científica e Tecnológica

RESUMEN
O campo de Estudos Ciência Tecnologia e Sociedade (ECTS) vem, há um bom tempo, problematizando as relações que autonomizam e divorciam a atividade tecnocientífica da sua configuração social e, de outro lado, enfatizando o caráter tecnológico da sociedade contemporânea e a necessidade que os diferentes grupos sociais possam ser atores efetivos nos arranjos sóciotécnicos presentes nas sociedades latino-americanas, para além da prática tecnocrática hegemônica. Em termos educacionais, especificamente no campo da Educação Tecnológica, tal divórcio tem provocado uma insatisfação cada vez maior da sociedade brasileira em relação aos profissionais que estão sendo formados e participam, com seus “saberes técnicos”, de forma efetiva na vida cotidiana. Tal insatisfação levou recentemente a reformas educacionais e curriculares dos cursos de Engenharia, especialmente a elaboração das Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) desses cursos. No entanto, tal processo é contraditório e percebe-se, através de alguns estudos da área de Educação Tecnológica, como ainda estão naturalizados alguns sentidos e práticas tradicionais das relações entre sociedade e tecnociências, incompatíveis com uma perspectiva mais plural e democrática. Cabe, portanto, repensar as bases educacionais e epistemológicas que sustentam tal configuração e, por outro lado, ativar os processos que possibilitem outra configuração política e educacional mais dialógica e plural das relações entre as Ciência, Tecnologia e Sociedade. Nesse sentido, é que os estudos sociotécnicos, em especial a Teoria Ator-Rede (TAR) desenvolvida por autores como Bruno Latour e Michel Callon, podem possibilitar a emergência de novos sentidos para pensar a atual configuração da sociedade tecnológica como redes, arranjos sóciotécnicos abertos, plurais e heterogêneos, passíveis de renovadas intervenções dos diferentes atores sociais. Tal perspectiva enseja uma outra abordagem interativa e não dicotômica das relações entre tecnociências e sociedade, bem como a construção de uma cidadania cosmopolita plural e dialógica,capaz de propiciar a participação da alteridade e heterogeneidade de atores locais nos arranjos sóciotécnicos, para além de uma democracia representativa formal presente nas sociedades latino-americanas. Nesse sentido, é que o presente artigo, referente a uma pesquisa de doutorado em andamento na área da Educação Tecnológica, pretende explorar tais estudos da sociologia da tecnologia para repensar a formação dos engenheiros na perspectiva de uma educação tecnológica cosmopolita atuante nos debates e decisões da sociedade tecnológica, propiciando uma maior sintonia com as demandas mais amplas, plurais e heterogêneas dos povos latino-americanos.

Descargar Ponencia


Búsqueda por autor o co-autor
Búsqueda por palabra clave
Universidad Tecnológica ArgentinaUniversidad de QuilmesESOCITEAgenciaPROCODASCICAECID CYTED CSIC IPP
Roque Sáenz Peña 352 / Bernal - B1876BXD - Bs. As. / Tel: 4365-7100 / Fax: 4365-7101/ esocite2010@escyt.org / UNQ © 2009