Strict Standards: Declaration of ezSQL_mysql::query() should be compatible with ezSQLcore::query() in /home/escyt/public_html/esocite2010/includes/database.php on line 20

Strict Standards: Declaration of ezSQL_mysql::escape() should be compatible with ezSQLcore::escape() in /home/escyt/public_html/esocite2010/includes/database.php on line 20
Ponencias :: ESOCITE 2010 // VIII JORNADAS LATINOAMERICANAS DE ESTUDIOS SOCIALES DE LA CIENCIA Y TECNOLOGÍA

Notice: A session had already been started - ignoring session_start() in /home/escyt/public_html/esocite2010/botonera.php on line 1

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player


Notice: Undefined variable: Autores in /home/escyt/public_html/esocite2010/solapas_ponencias.php on line 2

Notice: Undefined variable: Sesion in /home/escyt/public_html/esocite2010/solapas_ponencias.php on line 8

Notice: Undefined variable: Eje in /home/escyt/public_html/esocite2010/solapas_ponencias.php on line 14
A TENDÊNCIA DIALÓGICA NA COMUNICAÇÃO PÚBLICA DA CIÊNCIA

Fabricio José Mazocco; Thales Haddad Novaes de Andrade; e Cidoval Moraes de Sousa

Fabricio José Mazocco – Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), FAI-UFSCar, Rodovia Washington Luis, km 235, CEP 13565-905, São Carlos, São Paulo, Brasil; Telefone (16) 3351-9055 / (16) 9703-1853; e-mail fabriciomazocco@gmail.com; mestre em Ciência, Tecnologia e Sociedade e doutorando em Ciência Política e professor do Centro Universitário de Araraquara. Thales Haddad Novaes de Andrade – Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Rodovia Washington Luis, km 235, CEP 13565-905, São Carlos, São Paulo, Brasil; Telefone (16) 3351-8415; e-mail thales@ufscar.br; docente do Departamento de Ciências Sociais da UFSCar e do Programa de Pós-graduação em Ciência Política da UFSCar. Cidoval Morais de Sousa – Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Rodovia Washington Luis, km 235, CEP 13565-905, São Carlos, São Paulo, Brasil; Telefone (16) 3351-8417; e-mail cidoval@gmail.com; docente da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e colaborador do Programa de Pós-graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade da UFSCar.

RESUMEN
São duas as tendências que a comunicação pública da ciência tem sido explorada. Uma é a unidirecional, que propõe uma comunicação de via única, sentido cientista para a sociedade; e a outra é a bidirecional (dialógica), caracterizada por diálogos no processo comunicativo, com forte participação e postura ativa do público. Na primeira tendência estão dois modelos: o de déficit e o contextual. É no modelo de déficit que a mídia assume forte posição e que os cientistas são os expertos do conhecimento, o público (em diferentes graus) é composto por leigos e ignorantes e a tarefa fundamental é dispor de uma maior e melhor comunicação dos conhecimentos da comunidade dos especialistas para o público em geral. Ainda segundo esse modelo, a desarticulação entre a ciência e o público é em grande parte resultado de uma insuficiente ou inadequada difusão do conhecimento. No outro lado estão dois modelos de tendência dialógica ou bidirecional da comunicação: o de experiência leiga e o modelo de participação pública, aquele que busca uma relação de igualdade entre cientistas e público, com ênfase no diálogo entre eles, tal como pré-condição de uma resolução satisfatória nos acordos a serem celebrados. E mais: o mesmo modelo reconhece os múltiplos tipos de conhecimento e procura concretizá-los por meio de um debate aberto e participativo. Alia-se a esses modelos uma abordagem acerca da transitividade e intransitividade da comunicação da ciência, bem como dos modelos Standard e Science Studies. Este trabalho em como objetivo fazer uma análise da comunicação pública da ciência, com ênfase no modelo de participação pública, relacionando-o com elementos que constroem o campo de estudos em Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS), entre eles os aspectos comunicacionais da Ciência e da Tecnologia, seja em sua dimensão midiática, seja nos diferentes formatos e estratégias de expressão pública da ciência e da tecnologia e seus impactos junto à sociedade. É no campo CTS que a mudança científico-tecnológica não é vista como resultado de algo simples e sim uma complexa atividade humana tendo lugar em contextos sócio-políticos dados. Ressalta-se ainda a relação entre o campo CTS e a comunicação pública, em que o debate se dá na esfera pública entre Estado, governo e sociedade, com ênfase em temas de interesse coletivo, um processo de negociação próprio das sociedades democráticas contemporâneas.

Descargar Ponencia


Búsqueda por autor o co-autor
Búsqueda por palabra clave
Universidad Tecnológica ArgentinaUniversidad de QuilmesESOCITEAgenciaPROCODASCICAECID CYTED CSIC IPP
Roque Sáenz Peña 352 / Bernal - B1876BXD - Bs. As. / Tel: 4365-7100 / Fax: 4365-7101/ esocite2010@escyt.org / UNQ © 2009